15º Congresso dos Arquitectos

Nova data para apresentação de propostas de participação: 22 de Setembro.
Consulte o GUIA DE PARTICIPAÇÃO.

Objectivo estratégico

Afirmação do papel da Arquitectura na sociedade.
Demonstrar o papel qualificador que a Arquitectura tem na preservação e na construção do futuro Património Arquitectónico e Paisagístico, no desenvolvimento económico, social e de inovação para a sociedade.

Tema

O Património Arquitectónico e Paisagístico

A escolha deste tema geral tem como justificação principal a integração e projecção da actividade dos Arquitectos no âmbito do Ano Europeu do Património Cultural e relevar o debate em torno do papel do arquitecto enquanto garante de intervenções qualificadas, quer no Património existente, quer na construção do Património do futuro, que envolve a ideia global de construção de um território mais qualificado e valorizado para as pessoas e para a paisagem.
Sendo o tema geral não impedirá, no entanto, de incluir todas as temáticas da actualidade da prática profissional dos arquitectos, no sentido do conhecimento do momento presente e do que se pretende para o futuro.

Subtemas

  1. Ordenamento e Valorização do Território
  2. Reabilitação do Património Arquitectónico e Paisagístico
  3. Prática profissional dos Arquitectos

Considerações gerais sobre os subtemas

O trabalho preparatório a desenvolver sobre os subtemas deverá atingir dois objectivos principais: a participação activa e profícua dos membros em momento prévio ao Congresso e durante este; o enquadrar e reflectir sobre as formas de afirmação do papel qualificador da Arquitectura e dos arquitectos, tendo presente a sua interacção com a sociedade e com os demais intervenientes. São assim, sugeridos alguns tópicos de abordagem dentro de cada subtema, não se esgotando nestes e deixando à liberdade de participação dos membros a elencagem de aspectos que considerem de relevo para o debate do presente e projecção do futuro. Espera-se assim, que de forma fundamentada, objectiva e com forte sentido prático de aplicação, se encontrem após amplo debate (prévio e durante o Congresso) as melhores considerações para o futuro da Arquitectura.

Ordenamento e Valorização do Território

O território e as cidades são os principais recursos para o desenvolvimento económico e social do país. A acção dos arquitectos é central no seu ordenamento e na sua valorização, constituindo um tema que merece uma ampla reflexão sobre o desempenho da profissão, perante as várias alterações ambientais, sociais e tecnológicas que enfrentamos.
No contexto actual, será necessário ponderar a resposta dos arquitectos aos riscos territoriais, à urbanização de emergência, aos desequilíbrios socioeconómicos e à qualificação das cidades, entre outros desafios. Tendo presente o nosso quadro legislativo, a revisão dos instrumentos de gestão territorial, a participação cívica e os objectivos da Política Nacional de Arquitectura e Paisagem.

Reabilitação do Património Arquitectónico e Paisagístico

A reabilitação do Património Arquitectónico teve nos últimos anos um quase e inesperado desenvolvimento enquadrado por um sem fim de instrumentos financeiros e uma pluralidade de propostas muitas delas questionáveis, ambos aspectos a merecer a atenção no nosso debate. Não menos importante, será necessário o debate complementar sobre o património paisagístico, que se integra neste subtema.

Prática profissional dos Arquitectos

A prática profissional dos Arquitectos apresenta-se nas suas várias vertentes, responsabilizando o arquitectos na sua acção, quer em relação aos seus pares e profissionais com quem interage, quer em relação à sociedade e ao território, sendo no presente de destacar:
- Acesso à profissão – discutir os caminhos actuais de acesso à profissão de Arquitecto, suas condicionantes, dificuldade e oportunidades.
- Relacionamento interprofissional – enquadramento da prática da Arquitectura na construção e a sua articulação com as áreas profissionais complementares.
- Modos de exercício da profissão – debater, explorar e partilhar os distintos perfis de actividade profissional a que responde a classe. A importância dos arquitectos na administração pública.
- Os arquitectos e a política – a importância dos arquitectos como decisores e intervenientes políticos.

Documentos
Documento em formato application/pdf Normas de organização e funcionamento do 15.º Congresso64 Kb